O que há de novo?
Loading...

Como cuidar corretamente de sua Saúde Bucal

Nossa saúde bucal é um fator muito importante para a completa higiene de nosso corpo e deve estar sempre em dia. Hálito e um sorriso branco é o objetivo de todos que estão preocupados com sua saúde e estética. Garantir uma boa higiene bucal é o primeiro passo para conseguir mais auto estima e se sentir mais confiante, um sorriso mostra muito de nossa personalidade, por isso, o ideal é estar sempre em dia com a escovação, fio dental e os outros cuidados com a nossa higiene e saúde bucal.


Escove bem os dentes e Use o fio dental diariamente
Não é segredo que a escova de dentes e o fio dental é um item indispensável para todos nós, mesmo com tantos outros aparatos e formas de manter a higiene em dia, a escova e o fio dental são os preferidos e dificilmente serão substituídos. Lembre a escovação ideal deve durar cerca de 2 minutos e deve ser feita logo após consumir qualquer tipo de alimento.

Dicas importantes para manter a higiene bucal
  • Ingerir alimentos balanceados e evitar comer entre as principais refeições
  • Prefira produtos de higiene bucal que contenham flúor, um ótimo auxilio na prevenção de cáries. 
  • Use enxaguante bucal após a escovação, faz com que o processo de higiene seja ainda mais completo e eficaz.
  • Clinicas de Estética e odontologia possuem hoje muitos serviços e técnicas de tratamento e clareamento dental.
  • Os dentistas recomendam que todas as crianças abaixo de 12 anos devem tomar água potável fluoretada ou suplementos de flúor se habitarem regiões onde não haja flúor na água.
Hoje em dia há muitos tratamentos estéticos capazes e de qualidade para auxiliarem a manter uma ótima saúde bucal, ainda assim, a fórmula antiga, com a escova e o fio dental, ainda é uma excelente opção e muito mais em conta.

Uma higiene bucal em dia acarreta diversos benefícios como dentes mais limpos e livres de resíduos alimentares; uma gengiva que não doa mais nem sangre durante a escovação ou uso do fio dental; o mau hálito, presente em muitas pessoas deixa de ser um problema permanente.

Mesmo seguindo todas essas dicas, não deixe de visitar o seu dentista, ele é a melhor pessoa para lhe aconselhar e lhe ensinar a usar as técnicas corretas de higiene bucal.

Publicado em 28/02/2015

Prevenção do Herpes Labial está na mesa

Se você é daquelas pessoas que basta tomar um pouco mais de sol ou ficar mais estressada que as incomodas bolhas já surgem na boca, saiba que a solução pode estar mais perto do que imagina: na cozinha. Isso mesmo! Segundo recentes pesquisas cientificas, basta balancear a ingestão de alimentos ricos em dois aminoácidos essenciais para o corpo: a arginina e a lisina.

A primeira é usada pelo vírus do herpes simples tipo 1 (HSV-1) para se replicar e assim, eclodir as bolhas. A segunda, a lisina, inibe essa multiplicação do vírus e está sendo utilizada pelos médicos para prevenir a manifestação da doença. Também contribui para diminuir a frequência com que as lesões surgem, a gravidade dos sintomas e o tempo de cicatrização.

Como os dois aminoácidos competem dentro da célula, o aumento da lisina no organismo significa uma queda da arginina, e manter essa relação (mais lisina e menos arginina) é essencial para frear o herpes labial.

Invista em alimentos ricos em lisina:
Leite, queijos, iogurtes naturais, carne vermelha, peixes, ovos, frango, algas marinhas.

Evite alimentos com arginina:
Chocolate, castanhas de forma geral, gelatina, uva passa, feijão, grão de bico, lentilha, milho, amendoim, soja, semente de abobora etc.


Entenda o herpes labial
Cerca de 90% da população mundial apresenta o vírus do herpes simples tipo 1 (HSV-1) incubado no organismo. Ainda que, em muitos casos, ele permaneça inativo e sem manifestação de sintomas, boa parte dos infectados tem o vírus ativado em algum momento da vida e desenvolve o herpes labial. A manifestação da doença afeta 40% dos indivíduos globalmente e, desse total, 10% chegam a apresentar até seis episódios de crise por ano – períodos em que lesões surgem na região da boca e causam dor e constrangimento.


O contágio pelo HSV-1, vírus causador do herpes labial, ocorre mais frequentemente na infância, mas pode acontecer em qualquer fase da vida, por meio do contato com a saliva ou outras secreções contaminadas. A transmissão pode ocorrer de forma direta, por meio de beijo, sexo oral e gotículas de saliva liberadas com a fala, ou de forma indireta, pelo uso compartilhado de objetos como copo, talheres e batom. A manifestação do vírus é geralmente desencadeada por fatores como exposição solar intensa, fadiga física e/ou mental, baixa imunidade do organismo, alterações hormonais durante a menstruação, febre, trauma local e ingestão de alguns alimentos ricos em arginina, aminoácido necessário para a replicação do vírus. Na maioria dos casos, os sintomas são discretos, mas, quando o herpes labial é recorrente, o tratamento é fundamental.


O Herpes labial ocorre quando, depois de atravessar a pele, caminhar pelo nervo e ficar latente ou dormente por algum tempo, o vírus é estimulado e se dirige às terminações nervosas do corpo até alcançar a pele. Assim que ele atinge a epiderme, camada mais superficial do órgão, surgem as primeiras lesões. A sensação inicial é de coceira e ardência no local, seguida por vermelhidão e inchaço. Em seguida, surgem pequenas vesículas que se agrupam e lembram o formato de um cacho de uvas ou de um buquê de flores. Quando rompidas, as bolhas se transformam em feridas que, depois de um tempo, secam e cicatrizam. O maior risco de transmissão do vírus ocorre durante o rompimento das lesões, que liberam um líquido contaminado.

O herpes labial é visto por grande parte da população como uma doença pouco importante, entretanto é descrito em literatura que uma em cada dez mil reativações do vírus do herpes simples no nervo pode atingir o sistema nervoso central, levando a uma doença chamada encefalite herpética, que apresenta alto índice de morbidade e letalidade.

Tratamento de pele facial com produtos naturais

A pele do rosto é a parte do nosso corpo que sofre mais com as mudanças de temperatura, poluição e excesso de sol contribuem para o envelhecimento precoce, manchas, espinhas, cravos e rugas. Por isso, é importante intensificar os tratamentos para mantê-las bonitas e saudáveis. Hoje em dia podemos encontrar variedades de produtos industrializados que nos auxiliam nesses cuidados diários, porém se esses produtos não forem usados de forma que está prescrita na embalagem você pode ter efeito contrário, principalmente, produtos a base de ácidos para clarear manchas de sol (melasma) se usado de forma errônea a sua pele pode sofrer danos como, aumento de manchas e até queimaduras. Mesmo com infinidades de produtos industrializados algumas mulheres ainda optam por receitas caseiras que a meu ver funcionam, entretanto é necessário seguir a forma correta para ter bons resultados.

Quer aprender a tratar de sua pele sem sair de casa e com produtos caseiros?
Vamos às dicas:

  • A argila é um coringa para manter a pele lisa, uniforme e saudável, você que possui muitas espinhas pode fazer uso da argila, tanto a verde quanto a branca. Para aplicá-la na pele faça uma mistura de argila com água mineral, mexa até ficar homogênea, ela deve ficar na consistência de um creme para facilitar o seu uso. Passe-se no rosto e deixa agir por 20 minutos. Retire com água fria. Para intensificar o tratamento você também pode intercalar o uso de água de arroz, lave o arroz e use o pó que fica no fundo, a cada dois dias lave o rosto com essa água e deixe-a secar naturalmente. Depois de 20 minutos lave o rosto com água fria e seque com uma toalha limpa.
  • Para quem tem a pele oleosa a cenoura ajuda a amenizar esse problema. Com o auxilio de um liquidificador bate a cenoura com um pouco de água mineral, após espreme o sumo da cenoura para sair o suco, acrescente um pouco de amido de milho (maisena) para formar um creme e passe no rosto, deixa agir por 20 minutos e retire com água fria. 
  • Para quem possui a pele ressecada, pode usar o abacate com banana. O abacate é rico em óleos que ajuda a hidratar a pele. Em uma cumbuca use um pedaço de abacate e de banana e amasse bem até ficar homogêneo, passe no rosto limpo e deixe agir por 20 minutos e retire com água morna. Depois de feito esse procedimento é interessante usar uma mistura de leite com um pouco de manteiga, misture e passe no rosto, deixa agir por alguns minutos e lave com água morna. 
  • Essa receita é a mais procurada pelo buscador de pesquisa, como clarear manchas escuras da pele? Pois bem, faça o uso de argila. Nesse caso, use a argila com suco de pepino. Bata no liquidificador o pepino e côa-o. Acrescente 1 colher de argila para 2 de suco de pepino. Misture bem e aplique no rosto lavado e limpo deixa agir por 20 minutos. Retire com água morna. O clareamento é gradativo, pode usá-la 2 vezes na semana. 
Lembre-se: as máscaras naturais são eficazes e um coquetel de vitaminas sem conservantes. Todavia, para ter um bom resultado é aconselhável não guardar as sobras, é recomendado usá-las fresquinhas, quer dizer, prepará-las sempre no momento de uso. E nunca se expor ao sol quando estiver usando qualquer tipo de produtos caseiros para não correr risco à pele. Lavar bem seu rosto é imprescindível para um bom resultado.

Você costuma usar algum tipo de receitas caseiras?
Conte para nós os seus segredos de beleza.
Sua participação é muito importante.


As informações fornecidas no Mais Saúde e Beleza Online são para simples referência. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde e nada substitui a palavra de um especialista.
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados pertence a Luh Fernandez. Tecnologia do Blogger.