O que há de novo?
Loading...

Benefícios da salsinha na saúde

A salsa ou salsinha é uma planta herbácea e aromática e seu cultivo se estende por todo ano, ela pode ser cultivada facilmente em uma área pequena, o importante é ser em local bem iluminado com luz solar por aproximadamente 6 horas, ao plantá-la usa-se as sementes e o plantio pode ser em qualquer época, mas evita os dias com muito calor ou muito frio, a erva demora aproximadamente 1 mês para germinar e pode ser regada com freqüência em solo drenado, mas evite encharcá-la para não obter fungos.

A salsa é um tempero utilizado na culinária para acrescentar mais sabores aos pratos como, sopas, carnes, peixes, saladas e tortas, porém estas folhas são mais que um simples coadjuvante nas receitas, A salsinha é rica em nutrientes, vitaminas e sais minerais essenciais para o nosso organismo. Ela é rica em vitamina A, vitamina B1, vitamina B2, Vitamina C, vitamina D, cálcio, enxofre, ferro, fósforo, magnésio e potássio.

A salsa como benefício à saúde pode ser utilizada em forma de chás para prevenir e aliviar certos tipos de doenças. Deve ser preparada em infusão para não perder as propriedades, não ferva as folhas. Usa-se um punhado de folhas que caiba na palma de sua mão em formato de concha em uma xícara (chá) de água. É importante beber três xícaras por dia, não é indicado ultrapassar esta quantidade. Caso você não obter nenhum efeito diurético, será inútil o aumento da dosagem, pois o chá em excesso pode causar uma irritação nos rins, como este chá é diurético conseqüentemente irá eliminar excesso de toxinas do organismo através da urina, também pode ser usado o sumo extraído das folhas de salsa como repelente natural contra picadas de insetos, basta usarem um punhado de folhas frescas e esfregá-las nas partes descobertas do corpo como os braços e pernas.

O óleo extraído da salsa tem um principio ativo conhecido como apiol, ele tem propriedade estimulante menstrual, por isso, mulheres grávidas não devem fazer uso do chá para não prejudicar a formação do feto, também estimula a atividade dos rins, devido à dilatação dos seus vasos, também e um estimulante no processo digestivo, isso também ocorre no caso do menstruo.

Saiba algumas propriedades da salsa na saúde:

  1. É uma auxiliar no combate a digestão.
  2. É um excelente antiinflamatório.
  3. Alivia a formação de gases intestinais expulsando-os, pois a erva age como antiflatulente e carminativo. 
  4. Ajuda no controle da pressão arterial.
  5. Por ser diurética, ajuda eliminar a retenção de líquido no organismo e evita a formação de pedras nos rins.
  6. Abranda o mau hálito.
  7. Por ter propriedades antioxidantes previne o envelhecimento precoce das células. 
  8. Ajuda a combater problemas cutâneos, como eliminar espinhas e oleosidade da pele, fortalece os cabelos e unhas. 
  9. Alivia a tensão pré-menstrual, melhorando o ciclo menstrual. 
O consumo dessas folhas auxilia no controle de várias enfermidades, sobretudo contra o inchaço hidrópico (hidropisia) nas pernas (com acumulação excessiva de líquidos) na cavidade abdominal e torácica, e no pericárdio (membrana que circunda a parte externa do coração), como conseqüência de fraqueza cardíaca e de alterações no metabolismo, ainda como deficiência da função renal quando não se apresenta processo inflamatório agudo. 
Lembre-se nada substitui a palavra de um especialista, consulte sempre seu médico.

Benefícios do alecrim na saúde

O Alecrim é um arbusto comum em regiões do mediterrâneo, por exemplo, em lugares como, invernos suaves e pouco úmidos e
verões quentes e secos. Os lugares mais freqüentes para encontrá-los são em solos secos, pedregosos, calcários e em terrenos áridos, por isso, cultivá-los não é necessário ter muitos cuidados, se pega facilmente.

As colheitas do alecrim devem ser realizadas antes de começar a florescer, é necessário cortar com cuidado os brotos e arrancar as folhas. Depois de colhido, as folhas devem ser armazenadas em locais bem ventilados para ter a secagem mais rápida.

O alecrim pode ser usado na culinária e em aplicações medicinais. As folhas devem ser guardadas em recipientes com tampas herméticas para mantê-los conservados e não perder suas propriedades, também é extraído um óleo essencial que possui componentes ativos como: terpenos, ácido tânico e aloés.

Na culinária usam-se as folhas frescas ou secas depende do gosto de cada pessoa, mas são mais comuns as folhas frescas, torna-se um condimento preferencialmente em quase todos os pratos, molhos, saladas, vegetais crus, para temperar peixes, aves, carnes de porco, em churrascos e em regimes dietéticos.

Em uso medicinal deve ser utilizada para combater casos de má digestão, redução dos gases intestinais, tosse, deglutição, catarros, febres, fortalecem a circulação por causa do efeito diurético, em casos de menstruação desregulada, é um relaxante muscular, também tem efeito em aplicações exteriores, em infusão e em caso de erupções cutâneas inflamadas e persistentes.


Aprenda como plantar e cultivar alho

Todas as pessoas deveriam ter um espaço em suas residências próprio para o cultivo de uma horta, quando passamos tempo
cuidando do plantio, o nervosismo, estresse e ansiedade passam longe, é uma atividade relaxante e gostosa de ser feita, além do mais, ajuda na economia na hora de fazer a feira, e ao consumi-los também sabemos a procedência de cada item colhido.

É importante ter variedades possíveis de alimentos, é recomendado ter uma horta bem suprida de hortaliças, legumes, frutas e temperos frescos. Alguns itens plantados podem nos surpreender pela qualidade e quantidade na produção, mas é importante saber escolher o quê cultivar, alguns alimentos são simples ao plantá-los e tem facilidade no desenvolvimento, evitam assim os desperdícios e preocupações com gastos.

Hoje vamos explicar como é o plantio e cultivo do alho.
A plantação do alho começa da seguinte maneira:
- Primeiro desmanche uma cabeça de alho, importante que seja saudável, coloque os dentes em um solo bem adubado e faça covas rasas de 3 cm cada e dê um espaçamento entre os pés de 20 cm em média, isso é o básico para se desenvolverem e não se enfraquecerem, também é indispensável usar um pouco de cinza para o fortalecimento dos pesinhos.

- Para o plantio de alho não é necessário um espaço grande, você pode improvisar os canteiros em jardineiras, vasos, caixotes ou até mesmo em bacias. Uma dica útil para quem tem dificuldade em ficar abaixados é usar telhas de amianto e montá-las sobre uma base de tijolos na altura da cintura, desta forma irá permiti-lo cuidar das plantas sem a necessidade de se curvar, evitando dores na coluna.

- Depois do plantio dos dentes, cada um se formará dando origem a uma nova cabeça. O alho leva um período para amadurecer levando aproximadamente cerca de seis meses para ser colhido. Quando a folhagem começar a amarelar já está na hora de colhê-los.

- O sol é um elemento vital ao longo do cultivo para o desenvolvimento das cabeças de alho. Importante dizer: é necessário observar a drenagem dos canteiros, o excesso de água provoca o apodrecimento das cabeças, então ao regá-los esteja sempre de olho para você ter sucesso no plantio, cultivo e na colheita de alho.


Benefícios da manjerona na saúde

Conheça melhor os alimentos.
A manjerona é uma planta herbácea.
Dela é extraído um óleo essencial aromático e medicinal, esta erva auxilia na eliminação de toxinas do organismo, possui efeito calmante, aliviando a ansiedade e estresse sobre o sistema nervoso, também possuí ação descongestionante das vias respiratórias. É de origem africana e pertence à família das Lamiaceae (Labiadas).

  • O óleo que é extraído da manjerona é excelente para a saúde. Ela possui componentes expectorantes que ajuda a eliminar secreções dissolvendo a mucosidade.
  • É um diurético natural, facilita a expulsão de água desnecessária do organismo, evitando assim o excesso de retenção de liquido e auxilia na diminuição dos inchaços. 
  • Contêm componentes diaforéticos que provocam a transpiração, desta forma, facilita a expulsão do suor, que ajuda na eliminação das toxinas do corpo. 
  • Têm elementos que desempenham um papel importante nas restaurações estomacais restabelecendo o bom funcionamento do intestino. 
  • Tem poder analgésicos, ajuda a amenizar problemas de neuralgias. O óleo essencial é aplicado na parte externa do corpo em lugares com dores agudas ocasionados por danos em nervos e ramificações, conseguindo um alivio desses sintomas. 
  • É capaz de atenuar problemas carminativos, reduzindo problemas de intestino e estomago, alivia e evita a formação de gases intestinais.
  • É um poderoso auxiliar para mães lactantes, ajuda na produção de leite materno. 
As matérias ativas da manjerona seca são:
  • 3,5% de óleo essencial (contém 60% óleo de terpineol e 40% de outros terpenos)
  • 4,5% de tanino
  • Aloés 
  • Pentosanas 
A manjerona deve ser consumida em pequenas doses para não se notar em demasia o seu sabor levemente amargo. Ela é rica em Cálcio, Cobre, Fibra, Ácido fólico, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio, Vitaminas A, B6, C e K. Você pode consumi-la adicionando em sopas, entre outras receitas e em forma de chá, porém ao consumi-la como medicamento é importante procurar orientação de um especialista, somente o médico poderá dizer o que é melhor pra você.


As informações fornecidas no Mais Saúde e Beleza Online são para simples referência. O seu conteúdo não deve ser utilizado para autotratamento e automedicação. Sempre procurar um médico, pois somente ele poderá indicar o melhor para a sua saúde e nada substitui a palavra de um especialista.
Copyright © 2017 Todos os direitos reservados pertence a Luh Fernandez. Tecnologia do Blogger.